domingo, 25 de julho de 2010

Acorde enquanto à tempo



Vivo no mundo das ilusões e dos sonhos, onde me sinto em paz comigo mesmo. Onde não há guerra, onde não há fome, onde não há mortes e injustiça. Parece até ser um mundo mágico, onde que em um piscar de olhos, todos os problemas da vida desaparecem. Penso até, como seria se o mundo das outras pessoas fosse como o meu. Cada um de bem com sua consciência, livre de mentiras, livre de injustiças, sendo um planeta onde outras pessoas iriam querer 'visitar'. Se o planeta imundo, que está fora e distante, fosse como o meu, tudo estaria melhor. Tenho medo de abrir os meus olhos e espantar-me com tanta poluição que meus olhos enxergariam, e meu pulmão sentiria.Tenho medo de poluir o meu mundo, pois quero deixá-lo como ele nasceu. Mas também, tenho medo de que a situação daquele planeta imundo piore cada dia mais e mais. E eu aqui, estava de mãos atadas, esperando que os outros fizessem.
Porém, venci meu medo, e fui para a batalha, mesmo sabendo que posso ser derrotado. Agora vivo a realidade, uma realidade digamos estranha. Mas e agora, não posso viver em dois mundos sendo que um é fictício demais e outro é realista demais. Decidi então, sair literalmente e para sempre do meu mundo, e optei por viver a realidade, e ajudar para que eu faça desse planeta aqui fora, um planeta como o meu. Quem dera, de que outras pessoas também saísse de seu planeta e viesse para esse batalhar comigo.
Acordei para a realidade com tempo ainda, então pense no que você está fazendo, pois poderá acordar tarde demais e perderá a batalha.

4 comentários:

  1. viver em um mundo pessoal, nos faz compreender a façanha de viver alheiamente, sem querer. Adorei leeo .

    bejs :*

    ResponderExcluir